Informações, análises e ferramentas para apoiar programas subnacionais de REDD+ no Brasil

Quinta-Feira, 17 de dezembro de 2020 14:00-15:30 BSB (GMT -3)
Via Zoom




Watch the translated version (English)

Antecedentes e objetivo

Redução de Emissões de gases de efeito estufa provenientes do Desmatamento e da Degradação florestal – considerando o papel da conservação de estoques de carbono florestal, manejo sustentável de florestas e aumento de estoques de carbono florestal (REDD +) – está contemplada no Acordo de Paris. REDD+ foi adotada por muitos países como forma de promover os benefícios climáticos e de desenvolvimento provenientes das florestas. Depois de mais de dez anos de experimentação, está começando a se materializar o novo aspecto de REDD +, ou seja, a perspectiva de oferecer financiamento baseado em resultados, em grande escala, para países em desenvolvimento como recompensa por desempenho.

O Brasil conseguiu reduzir o desmatamento na Amazônia em cerca de 80% de 2004 a 2012, o que foi resultado de uma série de ações, incluindo políticas públicas e medidas privadas e setoriais. O Fundo Amazônia, que contou com grandes investimentos da Noruega e da Alemanha para as florestas amazônicas, foi o maior mecanismo de pagamento por desempenho climático já criado. O Brasil cumpriu todos os requisitos da UNFCCC para acessar pagamentos baseados em resultados, por isso, em 2019, o Fundo Verde para o Clima se comprometeu a pagar US $96,5 milhões ao Brasil por reduções de emissões de base florestal no período 2014–2015. Os estados do Acre e Mato Grosso já receberam pagamentos baseados em resultados do Programa REDD+ Early Movers da Alemanha e do Reino Unido. Outros estados amazônicos estão em processo de consolidação de seus programas jurisdicionais de REDD +.

O CIFOR e seus parceiros têm implementado um Estudo Comparativo Global sobre REDD + (GCS REDD+) desde 2009. Por meio de pesquisa e envolvimento em níveis locais, subnacionais, nacional e internacional, garantimos que os formuladores de políticas e comunidades de praticantes tenham acesso – e usem – as informações, análises e ferramentas necessárias para projetar e implementar políticas e ações eficazes, eficientes e equitativas do REDD +. Este webinar destacará pesquisas realizadas no âmbito do GCS REDD +, que podem apoiar a implementação subnacional de REDD + no Brasil e discutir maneiras de fortalecer a conexão entre ciência e formulação de políticas públicas.

Oradores

Andrew Miccolis
Coordenador do Brasil Centro Internacional de Pesquisa Agroflorestal (ICRAF)
 
Carlos Aragon
Coordenador da Força-Tarefa do GCF no Brasil
 
Lívia Costa Kramer
Enviada Especial de Clima e Florestas, Embaixada Real da Noruega em Brasília
 
Raoni Rajão
professor de Estudos Sociais da Ciência do Departamento de Engenharia de Produção da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
 
Ana Carolina Crisostomo
Consultora CIFOR
 
Monica de los Rios
Coordenadora do Earth Innovation Institute no Brasil
 
Jazmín Gonzales
Pesquisadora de pós doutorado da Universidade da Flórida
 
Frederico Brandão
Pesquisador do ICRAF
 
Carolina Gueiros
Doutoranda, Universidade de Oxford
 
Teresa Moreira
Coordenador de conservação na TNC
 

Vídeo

GCS REDD+ conquistas e colaborações

Agenda

Abertura

Abertura por Amy Duchelle, Líder de equipe e cientista sênior da Equipe de Mudança Climática, Energia e Desenvolvimento de Baixo Carbono do Centro Internacional de Pesquisa Florestal (CIFOR) e Andrew Miccolis, Coordenador do Brasil Centro Internacional de Pesquisa Agroflorestal (ICRAF)

TIME

02:00-02:03 PM

TIME ZONE

BSB (GMT -3)

Discurso de abertura de Carlos Aragon, coordenador da Força-Tarefa do GCF no Brasil

TIME

02:03-02:06 PM

TIME ZONE

BSB (GMT -3)

Vídeo, GCS REDD+ conquistas e colaborações

TIME

02:07-02:10 PM

TIME ZONE

BSB (GMT -3)

Part I. Pagamentos para redução do desmatamento baseados em resultados: panorama global e no brasil

Investimentos da Noruega em florestas e clima no Brasil, apresentação de Lívia Costa Kramer, Enviada Especial de Clima e Florestas, Embaixada Real da Noruega em Brasília

TIME

02:10-02:15 PM

TIME ZONE

BSB (GMT -3)

Pagamentos baseados em resultados, apresentação de Arild Angelsen, professor de economia da Universidade Norueguesa de Ciências da Vida (NMBU) e associado sênior do CIFOR
Ver apresentação

TIME

02:15-02:22 PM

TIME ZONE

BSB (GMT -3)

Estratégias para reduzir o desmatamento em nível estadual no Brasil, apresentação de Raoni Rajão, professor de Estudos Sociais da Ciência do Departamento de Engenharia de Produção da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Ver apresentação

TIME

02:23-02:30 PM

TIME ZONE

BSB (GMT -3)

Discussão / Perguntas e Resposta.

TIME

02:30-02:35 PM

TIME ZONE

BSB (GMT -3)

Part II. Lições de experiências subnacionais

Ferramentas para apoiar estratégias subnacionais de REDD +, apresentação de Ana Carolina Crisóstomo, Consultora CIFOR e Monica de los Rios, coordenadora do Earth Innovation Institute no Brasil
Ver apresentação #1, ver apresentação #2

TIME

02:35-02:45 PM

TIME ZONE

BSB (GMT -3)

O papel dos fóruns multistakeholder no Acre e Mato Grosso, apresentado por Jazmín Gonzales, pesquisadora de pós doutorado da Universidade da Flórida
Ver apresentação

TIME

02:45-02:50 PM

TIME ZONE

BSB (GMT -3)

Abordagens jurisdicionais de REDD + no Estado do Pará, apresentado por Frederico Brandão, pesquisador do ICRAF
Ver apresentação

TIME

02:55-03:00 PM

TIME ZONE

BSB (GMT -3)

Avaliação de impacto de iniciativas locais: ligações entre REDD + e CAR, apresentado por Carolina Gueiros, doutoranda, Universidade de Oxford

TIME

03:00-03:05 PM

TIME ZONE

BSB (GMT -3)

Discussão / Perguntas e Respostas. Moderado por Teresa Moreira, Coordenador de conservação na TNC

TIME

03:05-03:10 PM

TIME ZONE

BSB (GMT -3)

Reflexões de governos subnacionais, com representantes dos governos do Pará, Mato Grosso, e Acre

Moderador: Carlos Aragon, GCF Task Force Brasil

TIME

03:10-03:28 PM

TIME ZONE

BSB (GMT -3)

Discurso de encerramento, Amy Duchelle, CIFOR

TIME

03:28-03:30 PM

TIME ZONE

BSB (GMT -3)

Organizado por

Sócios

Graças a